Warning: Declaration of Walker_Page::start_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Page::end_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Page::start_el(&$output, $page, $depth, $args, $current_page) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Page::end_el(&$output, $page, $depth) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_PageDropdown::start_el(&$output, $page, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::start_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::end_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::start_el(&$output, $category, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::end_el(&$output, $page, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_CategoryDropdown::start_el(&$output, $category, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::start_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::end_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::start_el(&$output, $comment, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::end_el(&$output, $comment, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::start_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::end_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::end_el(&$output, $item, $depth) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Creating default object from empty value in /home/blogpop/www/wp-content/plugins/smart-seo/smart_framework/functions/core.php on line 8

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php:0) in /home/blogpop/www/wp-content/plugins/wp-greet-box/includes/wp-greet-box.class.php on line 493
Dez mil assistem à abertura do Viradão Carioca de Cultura | BlogPop, Feito por Anônimos

Dez mil assistem à abertura do Viradão Carioca de Cultura

@RachelKrishna 07/06/2009 2

Siga o Rio de Janeiro no Instagram: :)
1224531 9778 cp Dez mil assistem à abertura do Viradão Carioca de Cultura

Pela primeira vez, o Rio de Janeiro tem uma programação cultural gratuita com duração de 48 horas ininterruptas, batizada de Viradão Carioca pela Secretaria de Cultura da cidade. A estréia aconteceu na noite desta sexta-feira (5), na Praça 15, um dos pontos mais movimentados do Centro, com apresentações de Dudu Nobre, Beth Carvalho, Carlos Lyra e Gustavo Lins no Palco O Rio de Janeiro, fevereiro e março.

O frio, que durante esta semana fez com que os cariocas tirassem do guarda-roupa os casados, deu um tempo. A temperatura estava bem agradável, cerca de 22º. Clima propício para dançar, paquerar e curtir a noite. Muita gente que trabalha nas proximidades do Centro aproveitou o final do expediente para se divertir durante as apresentações.

Os servidores do Ministério Público do Rio de Janeiro, Willian Guerra e Natasha Oliveira, por exemplo, estavam tão empolgados que nem tiraram a roupa que usam no escritório. Eles sambaram na companhia de outros colegas do trabalho. “Decidimos curtir o Viradão após o fim do expediente. Pra mim está sendo ótimo. Pena que a cerveja não esteja muito gelada”, lamentou Natasha. Willian concordou com a amiga e criticou também a distribuição dos banheiros químicos disponibilizados pela organização do evento.

Por volta das 21h o público já era grande. De acordo com a Defesa Civil, mais de dez mil pessoas assistiram aos shows. Antes da primeira apresentação, já era possível notar alguns homens desatando o nó da gravata, tirando o paletó e dobrando as mangas da camisa para ficarem mais à vontade. As mulheres desceram do salto alto para acompanhar o ritmo, mas precisaram de certo cuidado para não pisar em algo indesejado. Como na maioria dos grandes eventos na cidade, é quase impossível manter o local limpo durante boa parte do tempo, embora houvesse contêineres para o descarte do lixo.

No farto comércio ambulante tinha de tudo. Churrasco, cachorro quente, cerveja, uísque, caipirinha… A oferta era bem variada e por preços populares. A segurança contou com a polícia militar e guardas municipais.

Presente no evento, a secretária de cultura do município, Jandira Feghali, comemorou a viabilização do projeto. “Finalmente, o filho nasceu. E em gestação recorde de apenas dois meses. O evento tem um interesse absurdo do público, além de dar visibilidade a pessoas talentosas. Tem gente se divertindo aqui e em Santa Cruz, do outro lado do muncípio. A sensação que eu tenho é que a cidade está em movimento.”

Ainda de acordo com Jandira, esses três dias de festa também têm uma função social. Segundo ela, a idéia foi inspirada no exemplo de São Paulo, que também tem um Viradão, mas passou por algumas adaptações. “O lado econômico precisa ser destacado, pois são apresentações gratuitas e muitos vendedores têm a oportunidade de comercializar seus produtos. No ano que vem queremos melhorar o transporte para facilitar a vinda e a volta do público. São Paulo foi uma referência importante. A diferença do Viradão daqui para o de lá é que o nosso dura 48 horas, a variação de artistas é muito maior e a programação foi espalhada por toda a cidade”, comparou Jandira.

Bem perto do palco, três irmãs de Niterói, cidade na região metropolitana do Rio, estavam aproveitando o programão assistindo ao show de Dudu Nobre. A auxiliar de enfermagem Cássia Santos, 56 anos, fazia companhia para Kátia e Sônia Santos. “Está tudo de bom, principalmente porque estou em família. Até agora, minha avaliação é positiva, não tenho queixas. Adorei o Dudu Nobre. Ainda quero ver a Beth Carvalho”, planejava Cássia, que neste sábado pretende acompanhar pelo uma programação do Viradão Carioca.

Os shows
Primeiro a se apresentar, Carlos Lyra levou um repertório dedicado à bossa nova. Canções de Vinícius de Morais e Tom Jobim foram lembradas, como Marcha da Quarta-Feira de Cinzas. No entanto, nem todos gostaram da apresentação. Parte do público vibrou, como se fosse um alívio, quando Carlos disse que cantaria a última música do seu show. Visivelmente aborrecido com a reação da platéia, ele insistiu com mais uma canção. “Eu disse que encerraria com esta canção, mas vocês protestaram. Então, resolvi cantar mais uma”. Conclusão: mais vaias misturadas com aplausos.

Depois de um longo intervalo, foi a vez de Dudu Nobre fazer balançar a Praça 15. Sempre acompanhado do seu cavaquinho e de dançarinas sensuais, o sambista reviveu o carnaval em pleno mês de junho, cantando o samba-enredo É hoje, de 1982, da União da Ilha, que tem o refrão Diga espelho meu, se há na avenida alguém mais feliz que eu?. Sucessos do cantor como Goiabada Cascão e A Grande Família também foram acompanhadas pelos fãs.

Orgulhoso por ter sido um dos convidados para abrir o Viradão Carioca, Dudu ficou feliz com a resposta do público. “Levar alegria e cultura é sempre bom. A rapaziada adorou o show. Já toquei no Viradão de São Paulo, mas aqui no Rio é especial. O público é mais quente”, elogiou.

Beth Carvalho surgiu no palco vestida de branco. Com a energia de sempre, ela começou cantando um sucesso que nunca sai de moda, Andança. A platéia a todo momento gritava pelo nome dela, que sempre retribuía com mais carinho. Outra música muito conhecida, Camarão que Dorme a Onda Leva também foi lembrada, mas o ponto alto veio com As Roas Não Falam, de Cartola, interpretada por Beth em estilo bem mangueirense, com lenços verde e rosa no pescoço.

No ano de centenário de Carmem Miranda, Beth Carvalho homenageou a pequena notável cantando Taí, sem esquecer de Dona Ivone Lara e de Ari Barroso. Durante o show de aproximadamente 60 minutos, ela teve tempo para improvisar um boteco no palco e prestar mais uma homenagem. Desta vez a Ataulfo Alves, autor da famosa música Ai Que Saudades da Amélia. Antes de jogar flores para a platéia, Beth cantou Coisinha do Pai, que ficou ainda mais conhecida por ter despertado um robô em Marte.

“O show foi maravilhoso. A idéia do Viradão é genial. Já participei desta mesma proposta em São Paulo e também tive um retorno legal do público paulistano, que sempre me recebeu com muito carinho. Acredito que aqui no Rio também será um sucesso, pois em pouco tempo conseguiram reunir mais de 300 artistas de vários segmentos. Fiquei ainda mais feliz com a oportunidade de ter feito a virada do dia”, orgulhou-se Beth, que se apresentou por volta de meia-noite.

O encerramento ficou por conta de Gustavo Lins, jovem promessa de 23 anos de idade. Antes de cantar para os fãs, ele fez questão de ir até o camarim de Beth Carvalho para cumprimentá-la. Muito assediado pelo público feminino, Gustavo cantou alguns dos seus principais sucessos, como Deixa Eu Te Querer e Pra Ser Feliz. “Estou muito feliz de estar aqui e ter a oportunidade de apresentar meu trabalho para um público tão especial e ao lado de grandes artistas. É um privilégio”, afirmou.

Fonte: Terra


Siga o Rio de Janeiro no Instagram:
Cadastre-se rapidamente para comentar, escolha sua Rede Social favorita.
(Se não estiver vendo mais os ícones das Redes Sociais, significa que já está cadastrado).
Li e concordo com os termos de serviço.

2 Comentários »

  1. Quebelezinha 07/06/2009 at 12:14 PM - Reply
    Ótimo seu site,muito criativo só retribuindo o comentário e agora te seguindo.
    Parabéns.
  2. Marcelo Ramirez 07/06/2009 at 11:14 AM - Reply
    Putz, isso foi doido demais…
    podia rolar uma parada parecida por aqui em Vitória

Comente! »





Alguns artigos são escritos pela equipe do Dr. Alberto Birman

Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/blogpop/www/wp-includes/functions.php on line 3250