Warning: Declaration of Walker_Page::start_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Page::end_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Page::start_el(&$output, $page, $depth, $args, $current_page) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Page::end_el(&$output, $page, $depth) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_PageDropdown::start_el(&$output, $page, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/post-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::start_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::end_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::start_el(&$output, $category, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Category::end_el(&$output, $page, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_CategoryDropdown::start_el(&$output, $category, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/category-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::start_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::end_lvl(&$output, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::start_el(&$output, $comment, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Comment::end_el(&$output, $comment, $depth, $args) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/comment-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::start_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::start_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::end_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker::end_lvl(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker::start_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Declaration of Walker_Nav_Menu::end_el(&$output, $item, $depth) should be compatible with Walker::end_el(&$output) in /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php on line 0

Warning: Creating default object from empty value in /home/blogpop/www/wp-content/plugins/smart-seo/smart_framework/functions/core.php on line 8

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/blogpop/www/wp-includes/nav-menu-template.php:0) in /home/blogpop/www/wp-content/plugins/wp-greet-box/includes/wp-greet-box.class.php on line 493
Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas | BlogPop, Feito por Anônimos

Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

@BrunoSwell 22/07/2009 0

Siga o Rio de Janeiro no Instagram: :)

Porque homem nunca termina?

Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas…

naosoueu Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

Não é você… sou eu !!!

Como devem saber, Sophie Calle recebeu uma carta de rompimento e decidiu transformá-la em arte. Arte esta que está em exposição desde 10/07 no Sesc Pompéia- São Paulo e permanece por lá até 07 de setembro, quando parte para Salvador.

Sophie, não compreendeu a carta e a entregou para 107 pessoas, que interpretaram-na conforme a entendiam, dentre elas atores, palhaços e escritores, tais interpretações podem ser vistas na exposição “Cuide de você”.

Sophie também inspirou a matéria “Qual o pior fora que você já levou?”, publicada na edição deste mês da revista Criativa (Editora Globo), onde leitoras contam qual o pior fora que já levaram em suas vidas. Mas não trata-se apenas de experiências dolorosas, afinal todo fim de relacionamento é trágico e dolorido para uma das partes, eu particularmente não acredito nesta história de “chegamos a esta decisão juntos”, os relatos são de mulheres, cujos namorados terminaram de forma meio imatura, e em alguns casos cruel. Escolhi alguns, para ver na integra, terá que se dirigir a banca de revistas mais próxima.

Torpedo.

torpedocel Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

Pois é, tem gente que é fissurado no tal do SMS e acha mais conveniente e barato, substituir as ligações por um torpedinho, mas para terminar um relacionamento, nem um, nem outro seria a forma ideal, no entanto foi o método adotado pelo namorado de Ana: ” Estávamos noivos havia dois anos e sete meses. Ele mandou um torpedo brigando comigo e querendo a aliança de volta. Sete dias depois, já estava com outra – e ela ainda me mandou um vídeo dos dois no Youtube”.

Em público.

empublico Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

Dizem que roupa suja se lava em casa, mas com  Flávia ocorreu o oposto, já que seu ficante, que era vocalista de uma banda decidiu fazer isto na frente de todo mundo: “Meu então ficante era vocalista de uma banda de rock. Em um show disse que ia cantar uma música inédita. A letra dizia algo do tipo: ‘Você é superlegal, mas só quero ser seu amigo.’ Ele cantou olhando direto pra mim. Imaturo”.

Sem piedade.

mulhertriste Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

O pior é quando a pessoa demonstra que não se importa nem um pouco com seus sentimentos, como no caso de Patrícia: “Estávamos juntos havia cinco meses e, em um sábado, ele avisou que não iria a minha casa como de costume. Tudo bem, se eu não descobrisse que haveria uma festa na casa de um amigo dele. Não tive dúvidas e fui sozinha. Ao chegar, eu o encontrei abraçadinho com outra. Ele teve a capacidade de me dizer que não dava mais, que eu fosse feliz, e voltou a abraçar a menina. Não satisfeito, completou: ‘Fica aí, curte a festa com a gente’.”

Chá de sumiço, o mais popular.

fui Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

A leitora Gabriella. assim como muitas mulheres, teve que entender e superar o famoso chá de sumiço: “Eu era casada, e ele tentou me conquistar durante um ano. Começamos a sair e, quando acabei meu casamento, ele sumiu – mesmo trabalhando no mesmo local que eu. Não respondia a telefonemas ou e-mails. Marquei um encontro e ele não foi. Depois, saímos mais duas vezes. Mas precisei viajar e, na volta, soube por uma amiga que ele disse que havíamos terminado.

Peso leve, na balada.

noitebalada1 Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas

Na balada ninguém é de ninguém, mas apesar disso tem gente que beija e gruda. E a outra parte, faz o que ? O ficante de Patrícia fez o básico, apelou para o banheiro: “Estava dançando com  um cara em uma festa. Ele disse que ia ao banheiro e voltaria, mas na mesma hora foi dançar com outra. Todo mundo viu o fora que eu levei e ficou me olhando. Eu não sabia onde enfiar a cara.”

Eu vi no docesoutravessuras e encrementei By @BrunoSwell icon smile Porque o homem nunca termina? Histórias de mulheres dispensadas de formas criativas




Siga o Rio de Janeiro no Instagram:
Cadastre-se rapidamente para comentar, escolha sua Rede Social favorita.
(Se não estiver vendo mais os ícones das Redes Sociais, significa que já está cadastrado).
Li e concordo com os termos de serviço.

Comente! »





Alguns artigos são escritos pela equipe do Dr. Alberto Birman

Warning: Parameter 1 to W3_Plugin_TotalCache::ob_callback() expected to be a reference, value given in /home/blogpop/www/wp-includes/functions.php on line 3250